Previsão Bananeiras/PB :
Publicado em sexta-feira, fevereiro 22, 2013 ·
 
Seis presos cavam parede para fugir do presídio Regional de Sapé, mas são impedidos pelos agentes

Seis apenados tentaram fugir do presídio Regional de Sapé na tarde desta quinta-feira (21), mas foram impedidos pelos agentes penitenciários.

De acordo com o diretor do presídio, pastor Silva Neto, os agentes penitenciários do Presídio Regional de Sapé, sob a coordenação do agente Luciano, fizeram uma revista de praxe na cela de isolamento daquela unidade, onde se encontravam seis apenados que estavam cumprindo uma reprimenda por indisciplina.

Entre os presidiários, estava Guilherme Cavalcante de Melo, vulgo “veneninho”  que é o mesmo que tentou entrar no presídio com veneno de rato no bolso.  Os presidiários tentaram fugir escavando a parede do isolado, observado o fato os agentes conduziram os seis presos até a delegacia de polícia, onde foram ouvidos e indiciados pelo crime de dano ao patrimônio público, pelo delegado Fred Magalhães titular daquela Delegacia.

O fato foi comunicado ao Secretário da administração penitenciária . Walber Virgulino e ao Juiz das execuções penal de Sapé, o Wlademir Alcebiades, que determinaram a transferência dos envolvidos para penitenciária Geraldo Beltrão (Máxima de Mangabeira),  segundo os agentes penitenciários a fuga estava sendo comandada pelo preso Guilherme, mais conhecido naquela casa correcional como “Veneninho”.

Os presos envolvidos são: Thiago Pedro dos Santos Siiva, vulgo “cicatriz”; Guilherme Cavalcante de Melo, vulgo “veneninho” ; Severino dos Ramos Nascimento da Silva vulgo “bebinha”; Anderson Luiz da Silva, vulgo “andinho”;  Edvaldo Nascimento da Silva, vulgo “leão” e Emanuel José Bezerra da Rocha “vulgo “chinês”, todos ligados a facção criminosa “Alkaida”.

Paulo Cosme\Assessoria

Da redação com Paraíba.com 


PUBLICIDADE
Colunistas
Bananeiras Online - Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site.